Desabafo de um(a) filho(a) de Oxum

Desabafo de um(a) filho(a) de Oxum

Compartilhe este Post nas Redes Sociais

“Sabe mamãe…

Eu tenho tanto a lhe falar,

Da falta de fé que tive por algumas vezes.

Das tantas e tantas vezes que pensei em desistir.

Das pessoas que me desanimavam, das críticas e dos muitos tapinhas falsos nas costas que doeram mais que tapa na cara!

Sabe mamãe…

O dinheiro foi curto, e quase desisti das obrigações que tenho para o Orixá!

Eu não tinha nada…

E quando caí em mim, descobri que teria menos ainda sem o Orixá.

E isso me deu força pra lutar, pois eu podia perder tudo, menos a fé.

Presente maior que a vida me deu, eu lutei como uma leoa!

Hoje mamãe…

Agradeço pela força e pela batalha que travei, ela me preparou para guerras maiores!”

Hoje dia da minha Deusa, minha Rainha…

Que a senhora possa estar sempre me guiando no caminho do ouro, da paz e do amor…

 

Autor: Alexandre Careca

Batuque do Rio Grande Sul Mensagens Orixás Oxum Redes Sociais Reflexões Religião Afro Textos Textos e Mensagens em Geral  - Desabafo de um(a) filho(a) de Oxum

Compartilhe este Post nas Redes Sociais

Postagens Relacionadas

Rezas da Nação Cabinda por Pai Didi de Xangô

Rezas da Nação Cabinda por Pai Didi de Xangô

Sobre a Orixá Yemanjá

Sobre a Orixá Yemanjá

Sobre o Orixá Oxalá

Sobre o Orixá Oxalá

A origem do trevo de 4 folhas

A origem do trevo de 4 folhas

No Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook