Obá faz Oxum andar em brasas

Oxum e Obá, ambas esposas de Xangô, tinham rixa antiga, com ciúmes uma da outra. Mas conviviam bem, dentro do possível, até que um dia Obá resolveu convidar Oxum para uma festa em seu palácio. Oxum, que era a convidada de honra, vestiu um belo vestido, enfeitou-se com jóias, perfumou-se e foi com sua comitiva até o palácio de Obá, quando lá chegou, viu que havia um lindo e comprido tapete de pétalas de rosas, já no salão principal, estendido em sua honra. Então Oxum pisou no tapete descalça, como…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Orunmilá e Iemanjá geram uma nova vida

Um dia Orunmilá saiu de seu palácio para dar um passeio acompanhado de todo seu séquito. Em certo ponto deparou com outro cortejo, do qual a figura principal era uma mulher muito bonita.  Orunmilá ficou impressionado com tanta beleza e mandou Bará, seu mensageiro, averiguar quer era ela.  Bará apresentou-se ante a mulher com todas as reverências e falou que seu senhor, Orunmilá, gostaria de saber seu nome.  Ela disse que era Iemanjá, rainha das águas e esposa de Oxalá.  Bará voltou à presença de Orunmilá e relatou tudo o…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Obá e o cavalo branco de Xangô

Xangô era um conquistador de terras e de mulheres, vivia sempre de um lugar para o outro. Em Cossô fez-se rei e casou-se com Obá. Obá era sua primeira e mais importante esposa, Obá passava o dia cuidando da casa de Xangô, moía a pimenta, cozinhava e deixava tudo limpo. Uma vez Xangô viu Oyá lavando roupa na beira do rio e dela se enamorou perdidamente. Com Oyá se casou, mas Xangô era um conquistador de terra e de mulheres e logo se casou de novo.Oxum foi a terceira mulher.…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Ter ou não ter Axé? Eis a Questão!

Em nosso meio muitas pessoas pensam que axé de seus orixás esta ligado a Dinheiro ou bens materiais ou uma boa vida aparente. De fato este é um assunto que causa muita polêmica, pois já sabemos que nossa religião descende de escravos, (pessoas pobres e humildes) que viviam de seus trabalhos braçais e muitas vezes injustiçados e castigados, mesmo cultuando seus orixás. Mas de qualquer forma muitas coisas evoluíram inclusive a forma de fazer religião hoje. São poucos os pais e mães de santo que vive da religião, antigamente a…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Ossanha perde sua perna ao desobedecer Olorum

No começo de tudo, o criador que se chama Olorum, tinha dado a cada filho uma parte do mundo. Para Ossanha deu a floresta. A missão de Ossanha era cuidar das plantas. Olorum recomendou a ele sobre elas: – Umas servem para comer, outras para fazer remédio e outras para enfeitar, presentear e adornar os lugares. Quando alguém precisar, atenda. Ossanha não seguiu a risca o mandado e guardou as plantas só para si. Sempre que alguém solicitava alguma para remédio ou para o que fosse ele dizia não ter,…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Ogum e o segredo do ferro

Na Terra criada por Obatalá, em Ifé, os orixás e os seres humanos trabalhavam e viviam em igualdade. Todos caçavam e plantavam usando frágeis instrumentos feitos de madeira, pedra ou metal mole. Por isso o trabalho exigia grande esforço, mas com o aumento da população de Ifé, a comida andava escassa. Era necessário plantar uma área maior, Os orixás então se reuniram para decidir como fariam para remover as árvores do terreno e aumentar a área de lavoura. Ossanha, o orixá da medicina, dispôs-se a ir primeiro e limpar o…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Oyá/Iansã traz Xangô de volta dos mortos

Xangô era um grande Rei, muito temido e respeitado. Gostava de exibir sua bela figura, pois era um homem muito vaidoso e adorava mostrar seus poderes de feiticeiro, sempre experimentando sua força. Em certa ocasião, Xangô estava no alto de uma montanha, testando seus poderes. Em altos brados, evocava os raios, desafiando essas forças poderosas. Sua voz era o próprio trovão, provocando um barulho ensurdecedor. Ninguém conseguia entender o que Xangô pretendia com essa atitude, ficando ali por muito tempo, impaciente por não obter resposta. De repente, o céu se…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Oxalá e as galinhas de angola espantam a morte

Há muito tempo, a Morte instalou-se numa cidade e dali não quis mais ir embora.  A mortandade que ela provocava era sem tamanho e todas as pessoas do lugar estavam apavoradas, a cada instante tombava mais um morto. Para a Morte não fazia diferença alguma se o defunto fosse homem ou mulher, se o falecido fosse velho, adulto ou criança.  A população, desesperada e impotente, recorreu a Oxalá, rogando-lhe que ajudasse o povo daquela infeliz cidade. Oxalá, então, mandou que fizessem oferendas, que ofertassem uma galinha preta e o pó…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Ossanha e o segredo das folhas

Ifá foi consultado por Orumilá que estava partindo da terra para o céu indo apanhar todas as folhas. Quando Orumilá chegou ao céu Olódùmaré disse: – Eis todas as folhas que queria pegar. O que fará com elas? Orumílá respondeu que iria usá-las para benefício dos seres humanos, e todas as folhas que ele estava pegando, ele carregaria para a Terra. Quando chegou no meio do caminho entre o céu e a terra, ele encontrou Ossanha e perguntou: – Ossanha onde vai? -Vou ao céu, vou buscar folhas e remédios.…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Bará e a oferenda aos ancestrais

Certo dia Iansã, Oxum e Iemanjá resolveram ir juntas ao mercado de Oyó fazer compras. Lá chegando, tomaram conhecimento das novidades trazidas pelos mercadores como tecidos, contas e especiarias diversas, nesse instante, Bará chega no mercado trazendo uma cabra. Ele para e observa de longe as três mulheres conversando animadamente, e resolve fazer uma prova entre elas, o que constitui uma de suas características, aproxima-se das três dizendo: “Eu vou deixar a cidade para um importante negócio com meu amigo Orumilaia. Assim, eu lhes peço que vendam minha cabra e…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Oyá/Iansã transforma as feridas de Xapanã em pipoca

Chegando de viagem à aldeia onde nascera, Xapanã viu que estava acontecendo uma festa com a presença de todos os Orixás. Porém, ele não podia entrar na festa, devido à sua medonha aparência. Então ficou espreitando pelas frestas do terreiro. Ogum, ao perceber a angústia do Orixá irmão, cobriu-o com uma roupa de palha, com um capuz que ocultava seu rosto doente, e convidou-o a entrar e aproveitar a alegria dos festejos. Apesar de envergonhado, Xapanã entrou, mas ninguém se aproximava dele. Iansã tudo acompanhava com o rabo do olho.…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Ogum revela o segredo de Oyá

Ogum foi fazer uma caça e quando estava com um búfalo na mira de sua arma para derruba-lo, a pele do animal se abre e ele vê Oyá. Linda, ricamente vestida e cheia de ornamentos que valorizavam a sua beleza e sensualidade. Ela pega a pele do búfalo, esconde-a em um formigueiro e sai dirigindo-se para a cidade, Ogum a seguiu e completamente dominado pela sua beleza lhe propõe casamento, que não foi aceito por Oyá. Ogum, em seguida, retorna ao local onde a viu pela primeira vez e pegando…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Xapanã cria doenças para acabar com os conflitos

Os povos que Olorun criou e deu vida brigavam por um pedaço de terra. Muitas pessoas morriam, para que seus líderes pudessem conquistar extensões maiores para seu reinado. Os limites, para esses guerreiros, eram insuperáveis, e as guerras não tinham mais fim, Xapanã não entendia o motivo destas guerras, já que Olorun havia criado a terra para todos. Indignado com essa situação, resolveu mostrar a eles que a vida é o maior tesouro que alguém pode ter, o poderoso Orixá traçou, então, com seu cajado, um grande círculo no chão,…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

A discussão de Oxum e Odé sobre seus Reinos

Odé e Oxum constantemente discutiam sobre os limites de seus respectivos reinados, que eram muito próximos.  Odé ficava extremamente irritado quando o volume das águas aumentava e transbordava de seus recipientes naturais, fazendo alagar toda a floresta. Oxum argumentava, junto a ele, que sua água era necessária à irrigação e fertilização da terra, missão que recebera de Olorun.  Odé não lhe dava ouvidos, dizendo que sua caça iria desaparecer com a inundação. Olorun resolveu intervir nessa guerra, separando bruscamente esses reinados, para tentar apaziguá-los, a floresta de Odé logo começou…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Como Oxum Conseguiu Participar Das Reuniões Dos Orixás Masculinos?

Logo que todos os Orixás chegaram à terra, organizavam reuniões das quais mulheres não podiam participar. Oxum, revoltada por não poder participar das reuniões e das deliberações, resolve mostrar seu poder e sua importância tornando estéreis todas as mulheres, secando as fontes, tornando assim a terra improdutiva. Olorum foi procurado pelos Orixás que lhe explicaram que tudo ia mal na terra, apesar de tudo que faziam e deliberavam nas reuniões. Olorum perguntou a eles se Oxum participava das reuniões, foi quando os Orixás lhe disseram que não. Explicou-lhes então, que…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More