fbpx
Como identificar um(a) filho(a) de Oxum? 💛 - Charles Corrêa D' Oxum

Como identificar um(a) filho(a) de Oxum? 💛
Então perceba….
Ele(a) sabe ser doce como mel, ardente como malagueta e azedo(a) como limão!
Ele(a) vai te ouvir, vai ser seu(sua) melhor amigo(a), vai querer saber como foi seu dia em detalhes porque ele(a) é desses(as).
Ele(a) vai chorar no teu colo muitas vezes desabafando porquê brigou com a mãe, com o pai, irmão, irmã ou amigo(a)…
Vai chorar de raiva, alegria, tristeza ou felicidade.
Chorar é com ele(a) mesmo, se acostume!
Mas se você não souber retribuir, você irá conhecer a pessoa mais seca e amarga de todas…..
Ele(a) é intensa ao extremo, sabe dar atenção mas também sabe ignorar.
Fidelidade é com ele(a) mesmo, odeia injustiça e jamais faria com os outros aquilo que ela não quer pra ele(a).
Ele(a) não aceita traição e se você o(a) machucar tenha certeza que ele(a) fará pior com você, afinal água doce também afoga.
Ele(a) é vingativo(a) e guardará no seu livrinho do rancor tudo que você fez ele(a) passar, ele(a) é melindroso(a) e vai arquitetar um bilhão de planos pra te fazer se arrepender!
Talvez ele(a) nem faça nada, mas vai planejar muito, ele(a) é inconstante, hora quer meia hora depois não quer mais.
Então respira fundo, ele(a) irá roubar teu fôlego.
Provavelmente nunca mais você esquecerá essa pessoa.
Se você conseguir conquistar o amor dele(a), então fique, ele(a) será um(a) amigo(a) fiel, uma pessoa honesta e honrada.
Não deixe ele(a) ir embora da sua vida porque se ele(a) for, ele(a) não volta mais, assim como seu coração, seu orgulho também é grande demais.
E se caso você encontrá-lo(a), não deixe ele(a) fugir. 💛
Texto por Adrielly Macena
Via @umbandamagia

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
Reflexão - Ser médium... - Charles Corrêa D' Oxum
Reflexão – Ser médium…

Ser médium... Quantas vezes seremos testados? Quantas vezes choraremos? Quantas vezes teremos dores? Quantas vezes sorriremos? Quantas vezes agradeceremos? Quantas...

Fechar