fbpx
Desabafo de um(a) filho(a) de Oxum - Charles Corrêa D' Oxum

“Sabe mamãe…
Eu tenho tanto a lhe falar,
Da falta de fé que tive por algumas vezes.
Das tantas e tantas vezes que pensei em desistir.
Das pessoas que me desanimavam, das críticas e dos muitos tapinhas falsos nas costas que doeram mais que tapa na cara!
Sabe mamãe…
O dinheiro foi curto, e quase desisti das obrigações que tenho para o Orixá!
Eu não tinha nada…
E quando caí em mim, descobri que teria menos ainda sem o Orixá.
E isso me deu força pra lutar, pois eu podia perder tudo, menos a fé.
Presente maior que a vida me deu, eu lutei como uma leoa!
Hoje mamãe…
Agradeço pela força e pela batalha que travei, ela me preparou para guerras maiores!”
Hoje dia da minha Deusa, minha Rainha…
Que a senhora possa estar sempre me guiando no caminho do ouro, da paz e do amor…
 
Autor: Alexandre Careca

Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Leia o post anterior:
Sou filho(a) de Iemanjá e Oxalá - Charles Corrêa D' Oxum
Sou filho(a) de Iemanjá e Oxalá

Alguns me tem como uma grande amiga, mas poucos ... Afinal amigos mesmo, estão instintos. Eu muito sorri, me doei,...

Fechar