Carta de Iansã/Oyá para seus filhos

Filho(a) eu sou sua mãe Iansã, alguns falam que sou o vento, outros falam que sou tempestade. Quando quero chegar perto vou que nem uma borboleta e pouso bem na sua frente, quando quero deixar você mais calmo(a) eu sou o vento e passo por você para sentir minha presença, assim você vai confiar e acreditar em mim, no que eu estou planejando lá na frente para você. E quando alguém machuca minha Filho(a), vem minha braveza em forma de tempestade, ou quando quero que você entenda algo, mostrar aquele…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Quando Oyá e Oxum sismam em defender seus(suas) filhos(as)

Uma é o feitiço pronto a fazer efeito, a outra é feiticeira, pronta para defender os seus amados filhos com seu amor e sabedoria! As duas são a força de tudo que é oculto, cada uma com sua particularidade no assunto! Uma é a deusa do Rio Níger, a outra a força incontrolável das águas doces, águas essa que escondem um mistério até hoje não desvendado! Oyá faz chuva, Oxum as recebe, e assim entrega a fartura nas agriculturas, nas casas e onde mais suas abençoadas águas podem criar vidas!…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Gente que ama os Orixás! Declare seu amor ao seu Orixá

O Amor é uma palavra mágica e poderosa, que ronda o imaginário humano, sendo sempre muito difícil ilustrá-lo ou lhe dar uma definição concreta. Nossos Orixás nos abraçam já no nascimento mesmo nós nunca nos iniciarmos em um terreiro. Acho bonito manifestações de amor ao Orixá, tenho certeza que os mesmos ficam felizes quando demonstramos ter orgulho e amor por ser seus filhos, a série abaixo foi pensada nisso, por isso compartilhe e mostre seu amor ao seu Orixá.                      …

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Sobre o Orixá Oyá/Iansã

Orixá guerreira, Oyá esposa amada de Xangô, recebe dele o título de Iansã que faz referência ao entardecer. Iansã costuma ser saudada após os trovões, não pelo raio em si (propriedade de Xangô ao qual ela costuma ter acesso), mas principalmente porque Iansã é uma das mais apaixonadas amantes de Xangô, e o senhor da justiça não atingiria quem se lembrasse do nome da amada. Ao mesmo tempo, ela é a senhora do vento e, conseqüentemente, da tempestade. Iansã é extremamente sensual, apaixona-se com freqüência e a multiplicidade de parceiros…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Obá e o cavalo branco de Xangô

Xangô era um conquistador de terras e de mulheres, vivia sempre de um lugar para o outro. Em Cossô fez-se rei e casou-se com Obá. Obá era sua primeira e mais importante esposa, Obá passava o dia cuidando da casa de Xangô, moía a pimenta, cozinhava e deixava tudo limpo. Uma vez Xangô viu Oyá lavando roupa na beira do rio e dela se enamorou perdidamente. Com Oyá se casou, mas Xangô era um conquistador de terra e de mulheres e logo se casou de novo.Oxum foi a terceira mulher.…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Sobre o Orixá Xangô

Divindade do fogo e do trovão e da justiça. Rei de Oyó. Tem grande importância nos segmentos do candomblé com origem em terras Yorubá, importância esta representada pelo seu instrumento sagrado chamado Xére – que é tratado e visto com grande respeito por qualquer aborixá (adorador de orixá). XANGÔ é um Orixá temido e respeitado, é viril e violento, porém justiceiro, e muito vaidoso. Xangô era muito atrevido e violento, porém, grande justiceiro, sempre castigando os ladrões e malfeitores. Por este motivo diz-se que quem teve morte por raio, ou…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Ossanha perde sua perna ao desobedecer Olorum

No começo de tudo, o criador que se chama Olorum, tinha dado a cada filho uma parte do mundo. Para Ossanha deu a floresta. A missão de Ossanha era cuidar das plantas. Olorum recomendou a ele sobre elas: – Umas servem para comer, outras para fazer remédio e outras para enfeitar, presentear e adornar os lugares. Quando alguém precisar, atenda. Ossanha não seguiu a risca o mandado e guardou as plantas só para si. Sempre que alguém solicitava alguma para remédio ou para o que fosse ele dizia não ter,…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Oração à Oyá/Iansã

Ó gloriosa Mãe guerreira, dona das tempestades,Protegei-me eu e minha família contra os maus espíritos,Para que eles não tenham forças de atrapalhar minha caminhada,E que não se apossem da minha luz. Ajudai-me para que as pessoas más intencionadasNão destruam minha paz de espírito. Mãe Iansã, cubra-me com seu manto sagrado,E leve com a força dos seus ventos tudo que não presta para bem longe.Ajudai-me na união da minha família, para que a invejaNão destrua o amor que há em nossos corações. Mãe Iansã, em vós eu creio , espera e…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Rezas Escritas do Orixá Oyá/Iansã

AMAIA AMAIA IAIÔ IAIÔ AMAIA MOCEQUEBA IAIÔ IAIÔAMAIA AMAIA IAIÔ IAIÔ AMAIA MOCEQUEBA IAIÔ IAIÔ ÓIA BILAIÔ ÓIA BILAOIÁ EUAMAQUERE QUERE QUERE OELÉU ELÉU AÔÓIA BILAIÔ ÓIA BILAOIÁ EUAMAQUERE QUERE QUERE OELÉU ELÉU AÔ OBERESSE MANICHÉOOIÁ DOCÔ OBECEL OIANIREU OBERESSE CARIM DE OGUMOIANIREU OBERESSE CARIM DE OGUMOBERESSE CARIM DE OGUM OIANIREU ATAUÁOOBERESSE CARIM DE OGUM OIANIREU ATAUÁO OSSEMALEOTOOBECEL OROCORÔ ONIRA DO ATAUÁOARIO ONIRA EUA BECELONIRA DO ATOMIOARIO ONIRA EUA BECEL OIÁ CALULU IANSÃ SEMIEBÓOIÁ CALULU OIÁ SEMIEBÓ ALIANÇA É BILOIÁ ALIANÇA É BILOIÁ ALIANÇA É BILOIÁ ORUMALÉ OMODIBAUALIANÇA É BILOIÁ…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Oyá/Iansã traz Xangô de volta dos mortos

Xangô era um grande Rei, muito temido e respeitado. Gostava de exibir sua bela figura, pois era um homem muito vaidoso e adorava mostrar seus poderes de feiticeiro, sempre experimentando sua força. Em certa ocasião, Xangô estava no alto de uma montanha, testando seus poderes. Em altos brados, evocava os raios, desafiando essas forças poderosas. Sua voz era o próprio trovão, provocando um barulho ensurdecedor. Ninguém conseguia entender o que Xangô pretendia com essa atitude, ficando ali por muito tempo, impaciente por não obter resposta. De repente, o céu se…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Bará e a oferenda aos ancestrais

Certo dia Iansã, Oxum e Iemanjá resolveram ir juntas ao mercado de Oyó fazer compras. Lá chegando, tomaram conhecimento das novidades trazidas pelos mercadores como tecidos, contas e especiarias diversas, nesse instante, Bará chega no mercado trazendo uma cabra. Ele para e observa de longe as três mulheres conversando animadamente, e resolve fazer uma prova entre elas, o que constitui uma de suas características, aproxima-se das três dizendo: “Eu vou deixar a cidade para um importante negócio com meu amigo Orumilaia. Assim, eu lhes peço que vendam minha cabra e…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Oyá/Iansã transforma as feridas de Xapanã em pipoca

Chegando de viagem à aldeia onde nascera, Xapanã viu que estava acontecendo uma festa com a presença de todos os Orixás. Porém, ele não podia entrar na festa, devido à sua medonha aparência. Então ficou espreitando pelas frestas do terreiro. Ogum, ao perceber a angústia do Orixá irmão, cobriu-o com uma roupa de palha, com um capuz que ocultava seu rosto doente, e convidou-o a entrar e aproveitar a alegria dos festejos. Apesar de envergonhado, Xapanã entrou, mas ninguém se aproximava dele. Iansã tudo acompanhava com o rabo do olho.…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Ogum revela o segredo de Oyá

Ogum foi fazer uma caça e quando estava com um búfalo na mira de sua arma para derruba-lo, a pele do animal se abre e ele vê Oyá. Linda, ricamente vestida e cheia de ornamentos que valorizavam a sua beleza e sensualidade. Ela pega a pele do búfalo, esconde-a em um formigueiro e sai dirigindo-se para a cidade, Ogum a seguiu e completamente dominado pela sua beleza lhe propõe casamento, que não foi aceito por Oyá. Ogum, em seguida, retorna ao local onde a viu pela primeira vez e pegando…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Oyá e Oxum uma protegendo e dando forças para à outra

Quando OYÁ, Rainha dos ventos e tempestades, estava com seu coração confuso, cheio de mágoa e tristeza, ela ia se lavar nas águas doces de OXUM. Ela pedia colo e conselhos, pedia conforto e um pouco do amor incondicional de uma Mãe. Quando OYÁ chegava, OXUM se alegrava e a recebia de braços abertos, enfeitava seus lindos cabelos com o primeiro desabrochar das rosas vermelhas mais lindas que encontrava e pedia aos passarinhos que cantassem suas melodias mais doces. OXUM envolvia sua querida irmã com seus raios dourados e esperava…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

O Suspiro de Oyá pela beleza de Xapanã

Nanã esposa de Orixalá, gerou e deu à luz a um filho. Sua criação não foi perfeita, nascendo uma criança doente, com muitas chagas recobrindo seu pequeno corpo. Ela não conseguia imaginar que maldição era aquela, que trouxe de suas entranhas uma criatura tão infeliz! Sentindo-se impossibilitada de cuidar daquela criança, pois mal conseguia olhar para ela, resolveu deixá-la perto do mar. Se a morte a levasse seria melhor para todos. Iemanjá, que estava saindo do mar, viu aquele pequeno ser deitado nas areias da praia, ficou olhando por algum…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More