A fuga de Otim

Otim era uma moça solitária e triste. Não tinha amigos, não namorava, não era nem um pouco sociável. Escondia-se pelos cantos e esquivava-se das pessoas, evitando qualquer tipo de convivência, misteriosa e cheia de segredos, era tão arredia que um dia decidiu fugir para a floresta. Deixou casa, família, riqueza; deixou tudo para trás, embrenhou-se na mata onde finalmente poderia viver só e em paz. Logo vieram as dificuldades: fome, frio, cansaço, medo, Otim, que sempre teve tudo, percebeu que não sabia se virar sozinha. De tão exausta, encostou no…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Odé atira sua única flecha

A cada ano, após a colheita, o rei de Ijeshá saudava a abundância de alimentos com uma festa, oferecendo a população inhame, milho e coco. O rei comemorava com sua família e seus súditos; só as feiticeiras não eram convidadas. Furiosas com a desconsideração, enviaram para festa um pássaro gigante, que pousou no teto do palácio, encobrindo e impedindo que a cerimônia fosse realizada. O rei mandou chamar os melhores caçadores da cidade. O primeiro tinha vinte flechas. Ele lançou todas elas, mas nenhuma acertou o grande pássaro. Então o…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

20/01/ Hoje é dia do Orixá Odé

O Orixá Odé, o Orixá caçador, senhor da fartura à mesa, senhor da caça, Oh caçador! Guerreiro de uma única flecha. Rei das Matas, Pai da Inspiração e da Esperança, daí-me as bênçãos da prosperidade e inspira-me os pensamentos do bem. Ajuda-me no sustento da minha fé; a fim que possa cumprir com minhas obrigações e meus deveres neste mundo. Indica-me com sua flecha sagrada os verdadeiros caminhos da prosperidade. Vós que recebestes o domínio das matas, de onde tiramos o oxigênio necessário á manutenção de nossas vidas durante a…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Gente que ama os Orixás! Declare seu amor ao seu Orixá

O Amor é uma palavra mágica e poderosa, que ronda o imaginário humano, sendo sempre muito difícil ilustrá-lo ou lhe dar uma definição concreta. Nossos Orixás nos abraçam já no nascimento mesmo nós nunca nos iniciarmos em um terreiro. Acho bonito manifestações de amor ao Orixá, tenho certeza que os mesmos ficam felizes quando demonstramos ter orgulho e amor por ser seus filhos, a série abaixo foi pensada nisso, por isso compartilhe e mostre seu amor ao seu Orixá.                      …

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Sobre os Orixás Odé e Otim

Divindades da caça que eles vivem nas florestas. Seus principais símbolos são o arco e flecha, chamado OFÁ. Em algumas lendas aparece como irmão de Ogum e de Bará. Vivem nas matas, caçando, por isso, protege os caçadores em suas expedições. É casado com Otim formando um casal inseparável, onde está um está o outro. Odé caça, mas fica com pena dos bichos e dá para sua mulher Otim que devora tudo e por isso é gorda. Detalhes do Orixá: Saudação: Oquebambo Dia da Semana: Sexta-feira, pois é o dia…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Rezas Escritas dos Orixás Odé e Otim

ODÉ O SAMPA ELEPÊ OMAM ORUMA EREPÊO SAMPA ELEPÊ OMAM ORUMA ELEPÊ MINERÓ MINERÓ ODÉ MINERÓ MINERÓ ODÉO SAMPA MINERÓ MINERÓ ODÉ ODÉ O MATATIMBORO ODÉ TIMBO TIMBO TIMBORO ÔODÉ O MATA TIMBORO ODÉ ODÉ O MATATIMBORÔ ODÉ ADIACUNA PAMIO ADIACUNA ADIACUNA PAMIO ADIACUNA ELEMONI MONI AGARIREU ADIACUNA PAMIOADIACUNA PAMIO ADIACUNA ADIACUNA PAMIO ADIACUNA ELEMONI MONI AGARIREU ADIACUNA PAMIO O QUEBAMBO ELAIOO QUEBAMBO ELAIO O QUEBAMBO ELAIO CAMAFODÉO QUEBAMBO ELAIO CAMAFODÉ BELEBELISSE ODÉ Ô BELEBELISSE ODÉ ACARÁ ORUOCO FERERÊ BELEBELISSE ODÉ ÔBELEBELISSE ODÉ Ô BELEBELISSE ODÉ ACARÁ ORUOCO FERERÊ BELEBELISSE…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Oração à Odé e Otim

Oh casal divino dentre os orixás, dai-me toda a força e poder, dai-me hoje segurança do teu amor e a certeza de que estás comigo. Peço-te ajuda e proteção para o dia de hoje, porque preciso de tua assistência e de tua misericórdia.Tire de mim o medo que me invade, tire de mim a dúvida que me perturba. Esclareça o meu espírito abatido com a luz que ilumina o caminho, aqui na terra. Que eu possa perceber toda a suas grandezas e a suas presenças em mim. Sopre o teu…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

A discussão de Oxum e Odé sobre seus Reinos

Odé e Oxum constantemente discutiam sobre os limites de seus respectivos reinados, que eram muito próximos.  Odé ficava extremamente irritado quando o volume das águas aumentava e transbordava de seus recipientes naturais, fazendo alagar toda a floresta. Oxum argumentava, junto a ele, que sua água era necessária à irrigação e fertilização da terra, missão que recebera de Olorun.  Odé não lhe dava ouvidos, dizendo que sua caça iria desaparecer com a inundação. Olorun resolveu intervir nessa guerra, separando bruscamente esses reinados, para tentar apaziguá-los, a floresta de Odé logo começou…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

As lagrimas de Iemanjá por Odé

Conta-se que Iemanjá uma época morava com seus dois filhos, Ogum e Odé perto de uma mata. Ogum, sempre envolvido com seu trabalho nos campos, não era causa de preocupação para sua mãe. Já Odé sim, este gostava muito de caçar e, às vezes, passava dias fora de casa enfurnado nas matas. Um dia, ao consultar um babalaô, Iemanjá foi avisada de que deveria impedir o filho de caçar, pois se ele encontrasse Ossanha, não mais retornaria ao lar.  A pobre mãe, muito aflita, assim que chegou à casa chamou…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Oquê, a montanha e Otim, o rio

Otim esconde que nasceu com 4 seios” Oquê, rei da cidade de Otã, tinha uma filha. Ela nascera com 4 seios e era chamada de Otim. O rei Oquê adorava sua filha e não permitia que ninguém soubesse de sua deformação. Este era o segredo de Oquê, este era o segredo de Otim. Quando Otim cresceu, o rei aconselho-a a nunca se casar, pois um marido, por mais que a amasse, um dia se aborreceria com ela e revelaria ao mundo seu vergonhoso segredo. Otim ficou muito triste, mas acatou…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More