O Príncipe Custódio

Joaquim Custódio de Almeida nasceu no antigo reino do Daomé (atual Benin) em uma fortaleza portuguesa chamada São João Batista de Ajudá. Seu nome original era Osuanlele Okizi Erupê. Quando o país foi invadido em 1897 pela Inglaterra, os ingleses propuseram um acordo ao Príncipe: ele poderia viver em qualquer lugar do mundo, custeado pela coroa inglesa, desde que nunca mais pisasse em solo africano. Para evitar que as mesmas atrocidades promovidas por alemães e franceses acontecessem com o seu povo, Custódio aceitou a proposta e partiu para o exílio.…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

A Tradição do Bará do Mercado

A Tradição do Bará do Mercado traz os relatos de 7 religiosos de matriz africana sobre o fundamento afro-religioso chamado O Bará do Mercado Público, a partir dos percursos e experiências urbanas desses negros na cidade de Porto Alegre. Axé a todos!Charles Corrêa D’ Oxum Charles Corrêa de OxumAxé a todos e que os orixás abençoe a vida de cada um hoje e sempre. Lembre-se: A vida é uma peça de teatro que não permite ensaios. Por isso, cante, chore, dance, ria e viva intensamente, antes que a cortina se…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More

Uma religião africana de raiz

Para muitos adeptos e iniciados nos candomblés da região sudeste do país, o Batuque do Rio Grande do Sul não é considerado como religião, por vários motivos que realmente me incomodam, talvez a causa maior seja o medo de abalar uma das mais fortes atrações turísticas da Bahia, pois não posso aceitar mulheres nas ruas vestidas com roupas e guias de religião vendendo acarajé, isto é apenas um pequeno exemplo. Já por outro lado quando um dos maiores estudiosos de Nação Ketu, Pierre Verger esteve em Porto Alegre lá pelo…

Compartilhe este Post nas Redes Sociais
Read More